Tokenomics 101 para iniciar na Web3

7 min read
To Share and +4 nLEARNs

Tudo bem, então você decidiu construir seu próprio dApp e entrar no espaço web3. Parabéns por dar este passo. No entanto, antes de lançar seu aplicativo revolucionário, você precisa entender um dos princípios básicos da web3 – tokenomics. Tokenomics é a junção de “token” e “economia” – o que é bastante autoexplicativo. Portanto, neste artigo, você vai aprender tudo o que precisa saber sobre tokennomics.

O que é Tokenomics?

Tokenomics é um termo um tanto vago, mas inclui vários fatores como oferta e demanda, emissão de tokens, funções de queima, etc. Simplificando, é uma soma total de funções e fatores econômicos que afetam seus tokens de várias maneiras. Um token pertencente a um projeto com tokenomics sólido é considerado um investimento mais atrativo. Então, sem mais delongas, vamos dar uma olhada nos diferentes fatores.

Fator 1: Oferta e Demanda

A equação de oferta e demanda é um dos fatores mais críticos que determinam o tokenomics. O gráfico a seguir é um dos gráficos mais importantes da economia – o gráfico de oferta e demanda.

O gráfico acima mostra a relação entre a oferta e a demanda de uma determinada mercadoria. O preço subsequente de uma mercadoria é determinado por sua demanda no mercado e pela quantidade que já está disponível.

A escassez de um item (ou seja, a diminuição da oferta) é frequentemente considerado um fator de importância na avaliação do produto. Pense nos preços inflados que as máquinas PS5 estavam sendo vendidas no mercado de segunda mão devido à sua escassez. No entanto, só porque um item é escasso não significa que seja valioso. Você pode tirar uma selfie sua – o que será um item único, mas isso não significa que você receberá milhões de dólares por isso, certo? Tem que haver demanda no mercado. No ponto de equilíbrio, os gráficos de demanda e oferta se equilibram perfeitamente.

Há duas coisas que podemos concluir a partir do gráfico:

  • Quando a oferta de um ativo é alta, mas a demanda é baixa, a tendência será a desvalorização do produto.
  • Se a demanda for alta, mas a oferta for baixa, a tendência será o incremento do valor do produto.

Oferta e demanda em tokens

Ao tratar-se de Bitcoin, um dos momentos de criação de valor mais significativos no protocolo são os halvings (redução à metade) periódicos que ocorrem a cada quatro anos. Bitcoin tem uma oferta fixa total de 21 milhões. Os mineradores mineram Bitcoin para obter uma recompensa em bloco para liberar o BTC no suprimento circulante.

A cada quatro anos, o Bitcoin passa pelo halving, o que reduz a recompensa do bloco pela metade – reduzindo assim a quantidade de BTC que entra no suprimento circulante. Satoshi Nakamoto adicionou propositalmente essa mecânica para garantir a diminuição da oferta com o passar do tempo e, com sorte, aumentar a avaliação geral do preço.

Vários tokens como o BNB possuem um mecanismo de queima artificial. Queimar significa que você envia os tokens para uma carteira cujas chaves privadas não pertencem a ninguém. Ao fazer isso, você está removendo esses tokens de circulação – em outras palavras, queimando tokens.

Existem também certos tokens que são inflacionários. Por exemplo, a EOS tem uma taxa de inflação anual de 1%. Esse 1% é usado para pagar os produtores do bloco. A ideia era que o sistema EOS ficaria tão ocupado com o tempo que o aumento da oferta não afetaria a demanda.

Fator 2: Distribuição de Token

Um protocolo pode distribuir tokens por meio de uma Fair-launch ou uma Pre-mine. Quando uma Fair-launch acontece, todos têm uma oportunidade justa de adquirir os tokens. O lançamento do Bitcoin foi assim, pois todos tiveram a mesma oportunidade exata de adquirir o BTC. Não houve pré-venda, nem rodada de investidores privados. Se você quiser Bitcoin, você teria que minerar desde zero.

No entanto, os Fair launches são muito raros hoje em dia. A partir da era ICO, os tokens foram lançados por meio de um método chamado pre-mine. Em uma pre-mine, os tokens são parcialmente ou totalmente criados e depois distribuídos para várias partes, como capitalistas de risco, investidores, etc., antes de serem divulgados ao público. Obviamente, a pré-mineração é injusta, pois um usuário médio não está recebendo a primeira fatia do bolo. No entanto, no cenário atual, é necessário fazê-lo, pois os projetos precisam dessa injeção inicial de liquidez de capitalistas de risco e formadores de mercado. Eles precisam de liquidez para pagar pelo trabalho, desenvolvimento, construção do ecossistema, etc.

Dito isso, é crucial ver quantos tokens estão sendo distribuídos para essas partes. Por exemplo, se uma equipe reservasse 5% dos tokens para si mesma, estaria tudo bem. Afinal, eles precisam de dinheiro para financiar sua equipe. No entanto, se eles reservarem 50% para si mesmos, significaria uma potencial alerta vermelha

Quando um ativo tem baixa oferta e alta demanda, isso significa que:

Correct! Wrong!

Fator 3: Staking

Em sua essência, um bom tokenomics deve apresentar diferentes métodos para incentivar aos usuários. Segurar (hold) seus tokens. Uma das maneiras mais legais de fazer isso é garantir ao titular alguma forma de ROI (retorno do investimento) garantido. Muitos projetos fazem isso com um mecanismo de staking.

A ideia é simples – tranque seus tokens no protocolo e ganhe recompensas. Por exemplo, se você possui tokens Curve (CRV), pode apostá-los na Convex Finance como cvxCRV e ganhar ~30% vAPR. Os aplicativos DeFi permitem que você aposte vários tokens que podem ajudá-lo a obter rendimento.

O staking também permite que os usuários bloqueiem seu token, tornando-os automaticamente detentores a longo prazo. Afinal, você não pode vender um token que trancou firmemente no ecossistema, certo?

Agora, a próxima questão a considerar aqui é a seguinte:
Como você pode incentivar seus usuários a fazer um Staking com suas moedas voluntariamente por um longo prazo? Bem, projetos como o Curve têm uma oferta simples de juros compostos que funciona muito bem para eles. Quanto mais tempo você mantiver seu CRV trancado, mais recompensas receberá.

O staking também lhe dá direitos de governança em alguns projetos. Fazer staking com o token nativo permite que você se torne um membro do protocolo DAO e vote em várias decisões. Por exemplo, no Curve você pode fazer staking com seu CRV e veCRV (o token de votação). Com quanto mais CRV você fizer stake, mais veCRV você obterá. O veCRV não tem nenhum valor, exceto para ser usado como um token de votação dentro da DAO.

Fator 4: Cronogramas de Aquisição

No Fator 2, discutimos como a pré-mineração permite que os projetos aloquem tokens específicos para investidores privados e VCs. No entanto, e se essas pessoas lançarem imediatamente seus tokens ao mercado aberto? Isso não vai fazer bem ao seu projeto, certo?

Então, o que você pode fazer aqui é usar vários cronogramas de aquisição para suas alocações. A aquisição permite que você bloqueie tokens distribuídos por um determinado tempo (também conhecido como período de aquisição). Isso aumenta o tempo que você tem que esperar antes de pôr as mãos nos tokens.

Agora, antes de prosseguirmos, vamos falar sobre o “Cliff”. (Tempo que ocorre entre o início do período de aquisição até a transferência do primeiro conjunto de tokens). Quando se trata de aquisição, o precipício é um bloqueio de duração que é colocado nos tokens adquiridos antes do início do cronograma de aquisição. Existem dois tipos de aquisição que você pode fazer:

  • Aquisição linear: (Linear Vesting) A distribuição de tokens é feita de forma consistente e em partes iguais dentro de um determinado período de tempo.
  • Aquisição distorcida: (Aquisição Distorcida) A distribuição de tokens pode variar dentro de uma variedade de períodos de tempo.

Criando seu próprio token – Maneiras mais práticas

Então, agora que você sabe o básico, vamos criar seu token. Você pode usar este link: sala de jogos de tokens, para testar várias estruturas de token.

Como você pode ver, você coloca o nome do token, símbolo, suprimento total e casas decimais.

Logo abaixo, você encontra uma lista de alocações de token. Dependendo de quantos consultores e VCs seu projeto tiver, você pode atribuir as alocações apropriadamente. No entanto, apenas uma palavra de conselho. Não exagere nas alocações de consultores. Mantenha uma maioria significativa para sua comunidade.

Por exemplo:

  • 10% para a equipe
  • 10% Para os primeiros investidores
  • 0.25%-0.5% Para cada consultor
  • O restante para a comunidade

Que tipo de aquisição é essa? “A distribuição de tokens é feita de forma consistente e em partes iguais dentro de um determinado período de tempo”

Correct! Wrong!

Conclusão

Ao construir seu protocolo web3, um tokenomics robusto é crucial para o sucesso a longo prazo do seu projeto. Neste artigo, falamos sobre quatro recursos que você pode integrar ao seu tokenomics para evitar o Dumping e incentivar os usuários a manter seus tokens e acumular mais.

Durante a distribuição de tokens, a maior parte desses tokens deve ser designada para:

Correct! Wrong!

 

Generate comment with AI 2 nL

Leave a Comment


To leave a comment you should to:


Scroll to Top
🕺LNC Squad at ATTACK OF TRANSACTION🚀
This is default text for notification bar
Report a bug👀