O que é votação Quadrática e financiamento Quadrático?

(🫰 0 nL)
9 min read
To Share and +4 nLEARNs

Se você é um indivíduo interessado em governança descentralizada, pode ter se deparado com palavras como “votação quadrática” e “financiamento quadrático”. Embora alguns possam considerá-los como clichês, esses conceitos ganharam uma considerável força nos últimos anos. Houve vários casos em que ambos foram implementados, obtendo um alto grau de sucesso. A votação quadrática foi usada para votar em projetos vencedores durante o Hackathon Presidencial de Taiwan. Vimos o sistema ser usado novamente quando o Partido Democrata do Colorado o usou para determinar sua plataforma partidária. Por outro lado, o financiamento Quadrático foi usado pelo Gitcoin Grants (subvenção) para financiar bens públicos no ecossistema Ethereum.

Ambos os conceitos, segundo seus proponentes, têm o potencial de revolucionar a forma como as decisões são tomadas. A implementação final desses conceitos poderia ser, nas palavras de Vitalik Buterin, “profundamente transformadora como o advento da era industrial de mercados predominantemente livres e democracia constitucional”. O hype não é sem motivo, como este artigo explicará, analisando os dois conceitos e suas aplicações e benefícios.

Comecemos com a votação quadrática

O problema com os modelos de governança.

Os modelos de governança utilizados pelas plataformas blockchain estão se tornando cada vez mais cruciais, com sua capacidade de impactar a participação do usuário, eficiência da plataforma e atratividade. Uma das maiores preocupações que as blockchains tinham quando se tratava de governança era o potencial para o surgimento de posições dominantes. Tais “posições dominantes” seriam constituídas por usuários que teriam, sob seu controle, um grande número de votos ou até mesmo a maioria dos votos. Isso daria a esse grupo de usuários um controle sem precedentes sobre os assuntos relacionados à evolução das plataformas.

Tal concentração de poder de voto pode desestimular usuários com menor número de votos a participar de mecanismos de governança ou até mesmo forçá-los a abandonar totalmente a plataforma. A promessa e o potencial da tecnologia e plataformas blockchain só podem ser cumpridos se for dada atenção cuidadosa aos mecanismos de governança dessas plataformas. Tal concentração de votos e poder de votação, sem dúvida, suscitaria preocupação a outros na plataforma. No entanto, um novo método de votação, que nos últimos tempos encontrou utilidade em decisões sociais, está surgindo como uma possível solução para o dilema que assola as plataformas blockchain.

Votação Quadrática: o caminho matemático para uma votação mais justa.

A votação quadrática é um mecanismo de decisão coletiva que permite um melhor caminho para a tomada de decisões, evitando assim a chamada “tirania da maioria”. Foi proposto pela primeira vez pelo economista político Glen Weyl e permite que os participantes expressem a direção de suas preferências, o grau de suas preferências e que tão firmes se sentem com respeito a tais decisões. Com isso, se espera abordar a questão do governo da maioria e proteger os interesses de grupos menores de eleitores que se preocupam profundamente com questões específicas. A votação quadrática permite que os usuários “paguem” por votos adicionais sobre um determinado assunto, permitindo assim que eles expressem seu apoio de maneira mais decisiva em questões específicas.

Enquanto uma pesquisa regular pode perguntar se você concorda ou discorda de um determinado conjunto de questões, a votação quadrática dá aos eleitores um orçamento de “créditos de voto” que eles podem gastar para concordar ou discordar de questões. Os eleitores podem votar múltiplas vezes, mas cada voto subsequente custaria mais créditos do que o anterior. Esse tipo de mecanismo de votação pode ser utilizado em diferentes áreas, como instituições democráticas, governança corporativa e tomada de decisão coletiva habilitada pela blockchain.

A votação quadrática foi proposta pela primeira vez por:

Correct! Wrong!

Como funciona a votação quadrática?

Agora vamos dar uma olhada em como funciona a votação quadrática. A votação quadrática é baseada em princípios de mercado, com cada eleitor recebendo um orçamento de créditos de voto que eles podem gastar para influenciar o resultado das principais deliberações. Se um eleitor apoiar ou se opor fortemente a uma decisão específica, ele pode alocar votos adicionais para demonstrar o nível de seu apoio ou oposição a uma decisão específica. O custo dos votos adicionais é determinado por uma regra de precificação de votos, com cada voto se tornando mais caro que o anterior. O aumento do custo do crédito do eleitor demonstra o grau de apoio ou oposição a uma determinada decisão.

A votação quadrática usa uma fórmula simples, custo para o eleitor = (número de votos)2

Vamos entender isso melhor com a ajuda de um exemplo. Suponhamos  que um eleitor tenha um orçamento de 16 créditos de voto e tenha a liberdade de usar um crédito para 16 questões diferentes nas quais ele pode votar. No entanto, se o eleitor tiver uma opinião mais forte sobre uma questão específica, poderá alocar quatro votos para essa questão ao custo de todo o orçamento. Os quatro votos custam todos os 16 créditos de voto porque o custo de cada voto adicional torna-se mais caro quadraticamente. Assim, 1 voto custaria 1 crédito, 2 votos custariam 4, 3 votos custariam 9 e o 4º voto custaria 16.

Esse mecanismo foi visto como uma potencial solução para resolver problemas de governança que as plataformas e comunidades de blockchain  enfrentam, impedindo assim que um único grupo assuma o controle e também protegendo os interesses de grupos minoritários. Os tokens lançados como votos são distribuídos igualmente entre os eleitores ao final de cada ciclo de governança. Um grupo levaria vários ciclos de votação e custos significativos para assumir o controle de uma plataforma.

Mas como a votação quadrática se compara a outros mecanismos de votação estabelecidos? Existem outros três mecanismos democráticos principais de votação:

– Sistemas de Pluralidade
– Sistemas de representação proporcional
– Sistemas semi-proporcionais

Sistemas de Pluralidade
Nos sistemas de votação pluralista, vence a eleição o partido ou cargo que receber mais votos, valendo-se do mecanismo “um voto, um eleitor”. No entanto, os sistemas de votação plural não podem garantir que os eleitores possam expressar seu nível de apoio a uma causa ou questão específica, nem alocar seus votos para expressar o grau de apoio.

Sistemas de representação proporcional
Esse método de votação é visto principalmente nas legislaturas nacionais, onde garante que a divisão de um corpo eleito reflita a divisão de votos no eleitorado. Embora esse método de votação reflita melhor o ponto de vista dos eleitores, ele falha em representar o quão decididos se sentem os eleitores sobre sua posição sobre as questões.

Sistemas semi-proporcionais
Existem vários tipos de sistemas de votação semi-proporcionais. No entanto, nenhum deles esclarece o grau de preferência ou oposição dos eleitores às questões.

Financiamento Quadrático: Uma Nova Forma de Financiar Bens Públicos.

Vamos passar para o financiamento quadrático. O financiamento quadrático é um dos experimentos socioeconômicos mais inovadores do ecossistema criptográfico. Tem sido apresentado como uma maneira matematicamente ótima de financiar bens públicos em comunidades democráticas, ampliando as doações feitas por uma grande comunidade sobre as contribuições feitas por grupos pequenos porém com grandes capitais monetários. Mas fica a pergunta: Como definir o que são bens públicos?

Bens públicos são definidos como mercadorias ou serviços que estão disponíveis para todos os membros da sociedade. Esses produtos devem ter as seguintes qualidades:

Sem rivalidade – Isso significa que o uso desses bens por um membro não diminui sua disponibilidade para outros membros.
Não excludente – Esses bens devem ser acessíveis a todos.

O financiamento quadrático foi descrito por Vitalik Buterin, Zoe Hitzig e Glen Weyl em um trabalho de pesquisa publicado em 2018. No entanto, para fins de uma melhor compreensão, devemos simplificar o conceito. A força motriz por trás do financiamento Quadrático é seu pool de correspondência, um pool de fundos fornecido por indivíduos, empresas e protocolos conhecidos coletivamente como parceiros de correspondência. Os fundos arrecadados no pool correspondente são usados ​​para ampliar as contribuições de projetos individuais. Vejamos um exemplo rápido para entender melhor o conceito.

Vamos supor que temos US$ 10.000 em um pool correspondente e três projetos participando de uma rodada de financiamento. O Projeto A recebe $ 1.000 em financiamento de 5 contribuidores que contribuem com $ 200 cada. O Projeto B recebe $ 1.000 de 2 contribuidores, cada um contribuindo com $ 500. O Projeto C também recebe $ 1.000, mas de 20 contribuidores, cada um contribuindo com $ 50. Agora, os valores correspondentes são calculados usando a fórmula de financiamento quadrática. Seguindo a fórmula, o primeiro projeto recebe um adicional de $ 1.851,85, 185% a mais do que o valor contribuído. O segundo projeto recebe US$ 740,74, um adicional de 74% das contribuições totais, enquanto o terceiro recebe US$ 7.407,41 do financiamento correspondente, impressionantes 740% da contribuição original.

Vejamos então como a fórmula chega a esses valores.

– Indivíduos, empresas e protocolos contribuem para os projetos (A, B, C).
– Vamos começar com o projeto A. Depois que a rodada de financiamento foi concluída, a raiz quadrada de cada contribuição foi adicionada e a soma resultante foi elevada ao quadrado. Vamos supor que esta seja a variável de Financiamento Quadrático.
– O mesmo processo é repetido nos Projetos B e C.
– A participação do projeto A no pool é calculada como a média ponderada de sua variável de financiamento quadrático.
– Os projetos B e C também receberam sua parte do pool seguindo o mesmo modelo matemático.

Benefícios do Financiamento Quadrático.

O Financiamento Quadrático ajuda a resolver um problema chamado “Tragédia dos Bens Comuns.” Este é um problema econômico em que cada indivíduo tem o incentivo de consumir recursos às custas de outros, sem nenhuma forma de excluir ninguém de consumir o recurso, levando ao consumo excessivo e ao esgotamento dos recursos. O financiamento quadrático enfatiza o número de doações e não o tamanho da doação. Projetos que trazem mais doações são representativos de bens públicos que atendem a um grupo maior de usuários, tornando a tragédia dos comuns ainda mais grave.

Como resultado, supõe-se que os projetos que atendem a um grupo mais extenso sejam apoiados por mais doadores, resultando em maiores doações do pool correspondente. É por isso que o projeto C recebeu o maior financiamento em nosso exemplo anterior.

O Financiamento Quadrático faz énfasis em qual das seguintes opções?

Correct! Wrong!

Casos de uso de Votação Quadrática e Financiamento Quadrático.

A Câmara Legislativa do estado do Colorado usou a votação quadrática para decidir quais projetos de lei de apropriação devem ser financiados pela Câmara em primeiro lugar. Com legislaturas mais propensas a patrocinar seus próprios projetos de lei e votar neles, os democratas usaram a votação quadrática para determinar quais projetos de lei tinham apoio geral. Cada legislatura recebeu um orçamento de 100 créditos, onde um voto lhes custaria um token. No entanto, as legislaturas podem lançar mais votos em uma questão, com o custo de cada voto aumentando quadraticamente, conforme mostrado abaixo.

Quadraticvoting1-185x300

O Hackathon presidencial de Taiwanês também foi julgado por votação quadrática.

Quando se trata de Financiamento Quadrático, o exemplo mais proeminente é o de Gitcoin, que utiliza o método para arrecadar fundos. O Gitcoin permite que a comunidade crie e financie projetos e tem apoiado vários projetos, incluindo Uniswap, Finematics, Kickback, e outros. Vitalik Buterin usa o Gitcoin Grants para descobrir novos projetos, enquanto Andre Cronje usou-o para financiar a Yearn Finance.

Onde o conceito de Votação Quadrática foi colocado em prática?

Correct! Wrong!

Para finalizar

Tradicionalmente, as democracias modernas têm usado o método de uma pessoa para um voto, enquanto as corporações adotaram mecanismos de votação um pouco mais sofisticados. No entanto, sistemas de votação mais democráticos, como votação por escolha classificada e votação proporcional, não conseguiram ganhar força devido à complexidade envolvida. A Votaçao Quadrática, Ao permitir que os eleitores expressem suas preferências e a intensidade dessas preferências, ajuda a proteger os interesses de grupos minoritários dentro das comunidades.

Financiamento Quadrático, embora seja um conceito relativamente novo, teve um impacto considerável, com mais de US$ 2 milhões distribuídos para bens públicos. Um número crescente de projetos está explorando o financiamento Quadrático, sendo os principais Gitcoin Grants, clr.fund e Downtown Stimulus. No entanto, ambos os conceitos têm o potencial de mudar radicalmente como os protocolos blockchain são governados e financiados.

Quais são os projetos mais proeminentes que exploram o financiamento Quadrático?

Correct! Wrong!

Agora vamos provar IRL – Faça o seu Quadrático dizer, (L)Earner!

Leave a Comment


To leave a comment you should to:


Scroll to Top