O que é Tokenomics ou Tokenomia? Guia expresso

4 min read
To Share and +4 nLEARNs

Um dos princípios centrais de uma rede descentralizada é sua Token Economia ou Tokenomia. Para ajudar os projetos a entender melhor as nuances de seus tokens, o Learn Near Club ajudou a lançar um novo playground de tokenomics prático na Rede de Test da NEAR – LNC|TokenHub . No entanto, antes de entrarmos em detalhes, vamos saber o que significa tokenomics.

O que é Tokenomics ou Tokenomia?

Token era inicialmente apenas outro termo para uma “criptomoeda” ou “criptoativo”. No entanto, ultimamente, usamos o termo “token” para explicar um ativo criptográfico que é emitido em cima de uma blockchain. O termo “tokenomics” é uma junção de “token” e “economia”, e é um termo usado para descrever, você adivinhou, a economia de um token.

Quando você deseja avaliar a tokenomics da rede, você precisa se fazer estas perguntas:

  •         Qual é a oferta total de tokens e quantos deles estão entrando no sistema de uma só vez?
  •         Quantos tokens serão criados no futuro?
  •         Como os tokens estão sendo distribuídos entre os usuários?
  •         Qual é o papel exato do token na rede?
  •         A rede precisa de um token para funcionar?

No geral, o objetivo é estabelecer um vínculo claro entre a plataforma e o ativo.

Elementos Definidos em Tokenomics

A Tokenomia pode ser amplamente diferenciada entre controle de suprimento e utilidade. Vejamos cada um desses elementos.

#1 Controle de Fornecimento

Quantos tokens de protocolo realmente estarão em circulação. Quanto desse fornecimento está sendo controlado pelo contrato base? Nesse aspecto, devemos entender certos termos.

Pré-mineração

Basicamente, quantos tokens já estão sendo negociadas livremente no ecossistema no momento do lançamento. Normalmente, os tokens são minerados periodicamente por usuários especializados chamados “mineradores”. No entanto, protocolos específicos geralmente disponibilizam uma certa % de sua oferta geral durante o lançamento para distribuição de tokens e acesso à liquidez. No entanto, observe que a pré-mineração de um grande número de tokens pode levar a problemas de centralização.

 

Alocação de token

Como os tokens são alocados para a equipe do projeto? Eles calculam uma grande quantidade de tokens, levando a problemas de centralização? Quantos tokens são alocados ao tesouro para o desenvolvimento futuro do protocolo?

 

Aquisição Progressiva de token

A maioria dos projetos recebe financiamento de VCs – Ventures Capital (Fundos de Capital de Risco) ou outros investidores, que recebem uma alocação de token em troca de seu investimento. Infelizmente, na maioria das vezes, os VCs tendem a vender sua alocação imediatamente para obter um lucro rápido, o que inevitavelmente prejudica o protocolo. Você pode bloquear uma alocação de token específica por um período de tempo especificado com aquisição de token para evitar uma venda maciça.

A Aquisição Progressiva de tokens é crucial para inspirar a confiança dos investidores, pois diz a eles que a equipe e os investidores levam o projeto a sério e não procuram um retorno rápido. A Aquisição Progressiva é uma maneira fácil de reduzir as manipulações de mercado e garantir o valor do investimento.

Queima de token

Outra tática simples que muitos projetos utilizam para controlar o fornecimento circulante é a queima de tokens. A ideia é simples – remova periodicamente uma certa quantidade de tokens de circulação permanentemente. A maioria dos projetos faz isso enviando os tokens para uma carteira morta. Projetos como Ethereum e Binance usam a queima de tokens para controlar o fornecimento (quantidade) de seus tokens nativos.

#2 Utilidade do token

Quais são as diferentes funções que seus tokens podem assumir? Vamos dar uma olhada rápida em alguns dos diferentes papéis.

  •         Os tokens podem ser usados ​​para pura utilidade e pagamento dentro ou fora do ambiente do protocolo.
  •         Os tokens podem ser usados ​​para participar do protocolo e participar da governança.

·         Manter o token de protocolo é necessário para acessar os diferentes aplicativos (DeFi e NFT) dentro do sistema.

Brincando com a Tokenomia

A ferramenta de tokenomics do Learn Near permite mapear os diferentes componentes do seu token e brincar com eles na rede de teste.

Esses componentes são:

  •         Nome do token
  •         Lançamento inicial
  •         Símbolo
  •         Tesouraria
  •         Fornecimento inicial
  •         Horário de início de aquisição
  •         Duração da aquisição
  •         Pontos decimais
  •         Intervalo de Aquisição

Brincar com esses diferentes valores ajudará você a entender o controle de fornecimento da tokenomia do seu protocolo. Quer experimentar esta ferramenta? Confira o LNC TokenHub !


10
Scroll to Top