Conta na NEAR – Guia rápido

3 min read
To Share and +4 nLEARNs

Introdução a sua conta na NEAR

    1. A NEAR usa nomes, ou identificadores de conta que podem ser lidos por humanos no formato “nome.near”. Por exemplo, maria.near ou jane.near.
    2. O sistema de contas NEAR é semelhante ao sistema de domínio do site no sentido de que uma conta pode criar quantas subcontas forem necessárias. Por exemplo, uma conta com o nome maria.near pode criar uma conta como sub.maria.near e, por sua vez, pode criar as contas first.sub.maria.near, second.sub.maria.near e assim por diante.
    3. NEAR Wallet ( https://wallet.near.org/ ) ( NEAR Protocol wallet), NEAR Faucet ( https://faucet.paras.id/ ) (uma faucet para usuários de Ethereum e Metamask) ou near-cli ( https: //github.com/near/near-cli ) (interface de linha de comando que oferece funcionalidade para integração NEAR) podem ser usados ​​para criar uma conta.
    4. Na NEAR você pode criar uma conta e enviá-la para um amigo ou assinante com com a ajuda do serviço https://nearnames.com .
    5. Você pode verificar as informações da conta no NEAR Explorer ( https://explorer.near.org/ ), bem como na NEAR Wallet
    6. Além de contas visíveis (nome.near), o ecossistema NEAR também suporta a criação de contas invisíveis com a ajuda de near-cli (elas se parecem com endereços Bitcoin e Ethereum). Você pode encontrar um guia detalhado em inglês aqui
    7. Cada conta no sistema pode ter apenas 1 contrato inteligente. Para aplicativos que exigem uso de várias contratos inteligentes, contas filhas podem ser usadas. Por exemplo, contract_1.maria.near, contract_2.maria.near, etc.

    Existem contas de desenvolvedor ( https://docs.near.org/docs/concepts/account#dev-accounts ) no ecossistema NEAR. Sua especialidade reside no fato de que eles são feitos para testar e depurar contratos inteligentes.

Conta NEAR – Chaves

    1. NEAR como a maioria das outras blockchains é baseado em criptografia com uma chave aberta. Ele se baseia em pares de chaves, cada uma das quais consiste em uma chave aberta (chave pública ) combinada com uma chave fechada (chave privada ).
    2. NEAR usa a chave aberta para identificação e a chave fechada para assinar transações (confirmação de titularidade da conta durante a criação da transação).
    3. Na NEAR existem 3 tipos de chaves. Chaves de acesso são para assinar transações da conta, chaves validadoras permitem operações relacionadas à validação de rede, chaves de nó (nó de rede) permitem comunicação de baixo nível entre nós na rede.
    4. As chaves podem ser armazenadas em 3 armazenamentos diferentes. InMemoryKeyStore – armazenamento de memória, usado para cenários temporários. BrowserLocalStorageKeyStore – armazenamento de navegador local não criptografado, usado para trabalhar com aplicativos no navegador. UnencryptedFileSystemKeyStore – armazenamento não criptografado no sistema de arquivos, usado ao trabalhar com near-cli.
    5. Uma conta pode ter várias chaves de acesso ou nenhuma.
    6. As chaves podem ter diferentes níveis de acesso – FullAccess (acesso total) ou FunctionCall (apenas a capacidade de chamar métodos de contrato).
    7. Todas as chaves são únicas dentro de uma conta, mas a chave pública pode ser atribuída a diferentes contas com diferentes níveis de acesso. O nível de acesso determina quais ações na conta podem ser executadas com essa chave.
    8. Para o nível de acesso FullAccess , todos os 8 tipos de ações estão disponíveis: CreateAccountAction (criar uma conta), DeployContractAction (implantar um contrato), FunctionCallAction (chamar métodos de contrato), TransferAction (enviar tokens para outra conta), StakeAction (staking tokens), AddKeyAction (adicionar uma chave a uma conta), DeleteKeyAction (excluir uma chave de conta), DeleteAccountAction (excluir uma conta).
    9. Para o nível de acesso FunctionCall , apenas FunctionCallAction está disponível (chamando métodos de contrato). Além disso, para essa chave, você pode especificar quais métodos de contrato ela pode chamar.
22
Scroll to Top